Financie Sonhos
figurino

A Importância do Teatro para as Crianças

O teatro pode ser considerado por professores e pesquisadores uma forma de fazer com que a criança se socialize, torne-se desinibida, decore falas, cante, entre outras coisas que possam trazer benefícios para a alfabetização da criança.  

A atriz e professora de teatro Lucia Panitz ressalta os benefícios da prática do teatro, por ser uma atividade completa. Além de explorar a imaginação e o convívio social com os colegas, permite que as crianças desenvolvam a autoconfiança, a empatia e a oportunidade de demostrar alguns sentimentos que no dia a dia ela não consegue transmitir.

Além disso, podemos destacar como benefícios do teatro para crianças:

– Ensina a relacionar-se com outras crianças e a trabalhar em grupo;

– Melhora a autoestima, criatividade e confiança;

– Reforça o interesse pela leitura;

– Permite que as crianças brinquem com o mundo da fantasia;

– Estimula a memória, a atenção e a concentração;

– Melhora e favorece a dicção;

– Ajuda no processo de desinibição.

Para a coordenadora do curso de teatro da OPUSLABJulia Cordova, a capacidade de imaginar e criar vai ser um dos maiores diferenciais em um mundo onde inteligência artificial será a realidade. As habilidades de se comunicar com clareza, saber ouvir e ser empático são diferenciais para qualquer profissão.

No Corassol, temos várias oficinas na área de artes, como o próprio teatro, dança e apresentações musicais e circo, pois, acreditamos no benefício que elas possam trazer para as nossas crianças.

Além do empenho das crianças e de todos aqueles que ensinam e ajudam, precisamos também de materiais para compor nosso figurino e cenografia. Por isso, criamos a campanha para arrecadação de alguns itens.

Lista de Itens

Roupas pretas
Camisetas (P,M,G e GG)
Calça jeans/legging 14, 16, P,M,G e GG)

Colete social masculino
blazer social masculino/feminino
Infantojuvenil/adulto

Armações de óculos e óculos de sol
Infantojuvenil/Adulto

Fantasias diversas
Infantojuvenil/Adulto

Capas de super heróis
Diversas cores

Bengalas

Sapatos (diversos tamanhos)

Numeração 31 a 40

Maquiagens
Pó compacto
Sombras
Blush
Batom
Lápis de olho
Rímel

Tecido
TNT (coloridos)
Malha fria (coloridos)
Tule – vermelho, branco e preto

Papelão, Revista, Linha e Lã
Diversidades

Se você acredita, assim como o Corassol, que o teatro traz vários benefícios, e quer contribuir, pode entregar diretamente em nosso núcleo, na rua Legionário Maurício, 79, Ipiranga, Ribeirão Preto, SP. Fone para contato 16 3934-9998.

Participe conosco dessa jornada!

Fonte:

Donna Maternidade

Brasil Escola

II Rali da Cidadania “Educar pelo Exemplo” – Colégio Cognitivo

Assim aconteceu no Corassol

1- O convite aos participantes do Corassol.
Como não há atividades aos sábados, enviamos convite especial a todos.

Olá pessoalzinho
Convite gostoso para vocês!
Quem tem interesse em participar de atividades recreativas, neste sábado, dia 03/09, período da manhã, das 8:30 às 11:30h?
E ai, quem topa?!
É só confirmar aqui a sua presença.
Receberemos participantes do Rali Solidário, do Colégio Cognitivo, trazendo doações ao Corassol.
Desejamos recepcioná-los com recreação, música, dança e mesa de artes como desenho , origami e qualquer outra lembrança que alguém deseje oferecer-lhes.

2- Os preparativos para o Evento
No dia anterior (2), ensaiamos as coreografias, providenciamos os materiais necessários e preparamos as mensagens de boas-vindas.

Sábado de manhã (3), como de costume, iniciamos com o café da manhã e a harmonização.
Em seguida, aprontamos os ambientes e aguardamos a chegada dos participantes do Rali.
Com o olhar atento a cada veículo que se aproximava, torcendo para parar em frente ao Corassol, carinhosamente recebemos a todos, convidando-os a participar das atividades e caprichar na selfie.
Entre uma visita e outra retornávamos às brincadeiras.
Encerrado o horário previsto para o Rali, organizamos os espaços e finalizamos o dia com bom descanso e saboroso lanche.

Um sábado diferente, onde o Amor e a Solidariedade proporcionaram bons momentos de alegria, diversão e gratidão!
Nossa gratidão aos de lá e aos de cá.

A iniciativa do Colégio Cognitivo nutriu corações, promovendo encontros e reencontros.
Que no próximo ano haja o “III Rali”, e, entre os dois, novos momentos juntos possamos compartilhar.

Que Linda Festança, Corassol e Vila União!

Qui linda festança di duas semana! Desdo amanhecê, todasidade ativamente terminanu us preparativo, purque, no úrtimo dia, a festa já vai cumeçá! Cavalheiros, só mais um bucadim di pacência, qui as dama vai terminá di simbelezá, prá mordi as dança cumeçá! Duas semana si passô i nem notamu. I a festa cumeçô. Dança i cumilança, alegria, sorriso nos rosto curtino a quadria iu country, qui num deixaru ninguém ficá paradu. O casár di noivim, qui belezura, iluminadu pela formosura. Os famiar intão, num si guentava não, qui inté ozóio sisbugaiava di tantu adimirá. Ói seu moço, só teve um pobremão nos tardi correileganti, qui deu uqui falá… Matutanu, matutanu cá nas increnca qui podi dá, é mió nuncontá. As cumida, sim, bom dimais sô, hummm, dilicioso cardu diaipim, bolo, torta, churros, mio verdi, canjica, arrois doci, argudão doci, doci di leiti, paçoca, cocada, pipoca, refrigeranti, inté cachorro quenti iatardi teta-di-moça… I assim usór siponu ia festa terminanu. Não, inda não, tem a arrumação. Disposição num farta ivamu nóis guardá, limpá i em ordi tudo deixá. Festa do arraiá Corassór-Vilunião, pranóis só gratidão, bastanti aprendizadu i amô dimontão. Inté anoquivem, quijávem prá tudonóis festejá traveis. Inté lá.

Os Três Porquinhos – Por Isaac Menezes

Contando a história dos Três Porquinhos Olá, chamo-me Isaac e tenho 8 anos.

Contarei a vocês a história de um sonho (desejo) meu, que realizei no Corassol, na tarde do dia 20 de abril deste ano de 2022. Aconteceu enquanto preparávamos a peça de teatro sobre Tiradentes.

Eu e alguns amigos faríamos parte da plateia. Plateia? O que é isso? De comer? Não, é o local onde ficam sentadas as pessoas que assistem ao espetáculo.

Ah! …, bom… Então, vamos esperar sentados, porque vai demorar… A preparação da peça teatral está começando agora. O que fazer até sermos chamados para participar dessa “plateia”? No começo, ficamos tristes, mas nossa vontade de participar daquela movimentação foi maior do que a tristeza e nos perguntamos, o que faremos?

Tive uma ideia, disse aos meus amigos: “Eu gosto de contar histórias e posso contar uma para vocês”. Posso contar a dos “Três Porquinhos”, enquanto esperamos nossa vez de participar da plateia, digo, da peça de teatro. E assim aconteceu! Assistam ao vídeo e sintam o momento.

Confesso, eu não esperava que meu desejo (sonho) se realizasse no dia e da maneira como aconteceu.

Fundo do Mar – A Rainha Tartaruga foi Sequestrada

Dia Mundial da Tartaruga e Dia mundial da Tartaruga Marinha

No fundo do oceano a Rainha Tartaruga foi sequestrada.
“E agora, o que vamos fazer?”
“Salvar a Rainha, uai!
“Como”?
“Sei não, vamo ensaiá”.
E lá se foram Wilker (7), Nicole (7), Sofia (8), Wélida (8) e Ana Domenis (11), a diretora da peça teatral.
Ensaio vai, ensaio vem, e a história continua…
E como a Rainha irá se salvar?
Será que a música salvará a Rainha?
Não fossem os adultos, tudo sairia bem…
… eles até querem colaborar, mas, só atrapalham.
Passam na frente da câmera, aparecem pelos cantos…
Duvida?
Então, assista de camarote, com ingresso grátis e direito a palpitar e desvendar o mistério que, até neste instante, não foi desvendado.
“Qual mistério”?
”Quem sequestrou a Rainha?”.

O espetáculo só aconteceu porque dia 23 de maio comemoramos o “Dia Mundial da Tartaruga”, e dia 16 de junho comemora-se o “Dia mundial da Tartaruga Marinha”.

Nossos “pequenos professores” mostraram, de maneira divertida, a partir da pesquisa que fizeram, como é importante compartilhar informações sobre as tartarugas e alertar para a urgência de protegermos as espécies em extinção.

…No fundo do oceano, vivia a Rainha das tartarugas.

Em dia comum ela decidiu sair para passear sozinha, quando, de repente, foi sequestrada por uma vilã.

Os habitantes do oceano ficaram muito tristes e seus gritos podiam ser ouvidos em forma de canção: “A Rainha foi sequestrada e eu não sei o que eu vou fazer, a Rainha foi sequestrada, o que eu vou fazeeerr?”…

COMO TUDO COMEÇOU
Explicado o conteúdo do vídeo, finalizamos registrando como aconteceu antes da gravação da peça de teatro por eles escrita.

Dia 26 de Maio, por gostar de tartarugas, os integrantes desse grupo escolheram pesquisar sobre elas, mais especificamente sobre a alimentação das que vivem no fundo do mar.


Além dos alimentos que, por experiência, alguns conheciam (muita fruta, folhas verdes e legumes), descobriram que existe uma espécie que se alimenta de cactos e outras flores, chamada de tartaruga leopardo. Link aqui.

Um dos integrantes, que tem uma tartaruga, escreveu sobre ela e compartilhou como grupo, quando conversaram sobre o que cada um pesquisou.


Tiveram, então, a ideia de fazer pequena dramatização chamada “Fundo do mar”, mostrando a importância da tartaruga para o ambiente onde vive.


Criaram a história focados no núcleo familiar composto pela rainha, as princesas e o príncipe com seu violão.
Foi o suficiente para alegrar e enriquecer a vivência de todos nós.

Dia da Abelha

Aprendendo com as abelhas

Um grrrr…, grrrr…,  espalhou pelo ambiente.

Que som de bicho é esse? Grilo? Cigarra? Ou é um sapo?

Vamos fechar os olhos e deixar aguçar o sentido da audição.

Ahh! É um grilo!

Novamente, de olhos fechados, começamos a ouvir um zumbido: Bzzzzz…

Opa! Eu reconheço esse som… é uma ABELHA… e existem muitas lá fora. Vamos observar!

E lá fomos nós procurar abelhas pelos espaços do Corassol.

Nossos pequenos observadores sabiam o local exato onde elas trabalham.

Enquanto escutamos um zum zum zum de cá e outro acolá, fomos descobrindo o porquê elas saem voando de flor em flor.

É para pegar pólen e levar vida a outras flores.

Papo vai e papo vem, fomos entendendo mais a fundo sobre esses pequenos seres,  e, como elas, as abelhas, trabalham em equipe, de forma coordenada e organizada. E, seguindo o exemplo delas, nos dividimos em equipes (pesquisadores de campo, observadores , analistas, designers, cantores e atores).

Depois, cada um obteve a maior quantidade de informações sobre o tema e, imediatamente, colocamos em ação a nossa criatividade.

Desenhos, exposições, desfile de moda com acessórios exclusivos sobre o tema, teatro e canto, foram as nossas apresentações, com as quais esclarecemos  nossa curiosidade sobre o dia da abelha.

Mas, nos deixe contar essa história de outro jeito…

Atividade realizada em 23/05/2022.

Veja Mais fotos em nossas redes sociais.

Dia do Astronauta

Viagem à Lua

O Dia em que, do Corassol, alguns participantes foram direto à Lua.

Jamais desafiemos cientistas, porque não sabemos do que eles são capazes…

No dia 9 de janeiro, “Dia do Astronauta”, foi data estimulante para algumas crianças e adolescentes darem asas à criatividade, porque consideram a vida de uma astronauta interessante: ele chega a lugares que nem todos podem ir.

Após a pesquisa, encontrando dificuldades para explicar com palavras, decidiram encenar o que compreenderam.

Desta forma, foram até a Lua sem precisar de foguete nem de plataforma de lançamento. Apenas com um barbante e um empurrãozinho fincaram a bandeira do Brasil no solo da Lua e voltaram para casa comemorando!

Viagem prática assim, nem Júlio Verne realizou…

“Todos somos astronautas dos nossos próprios sonhos”.

Atividade realizada em 26/05/2022.

Veja mais fotos em nossas redes sociais.

Dia da Mata Atlântica

Você gosta de ler, estudar, conhecer o Brasil?

Então, este assunto também é para você.

Ficamos  curiosos quando vimos escrito: “27 de maio, Dia Nacional da Mata atlântica”.

Mata Atlântica, o que é?

R: Veja em

https://www.significados.com.br/mata-atlantica/

https://brasilescola.uol.com.br/biologia/mata-atlantica.htm

Mata Atlântica, por que tem esse nome?

R: A Mata Atlântica recebe esse nome porque se encontra na área mais próxima ao Oceano Atlântico.

Mata Atlântica, por que 27 de maio é seu Dia Nacional? 

R: Essa data foi escolhida em referência ao dia 27 de maio de 1560, dia em que Padre José de Anchieta assinou a famosa Carta de São Vicente, documento em que, pela primeira vez, o Padre descreveu a biodiversidade e a beleza das florestas tropicais do Brasil.

Quem é Padre Anchieta, que eu nunca ouvi falar? 

https://www.anchieta.es.gov.br/…/voce-sabe-quem-foi….

Mata Atlântica, o que eu tenho a ver com isso? 

O local onde você mora faz parte da área da Mata Atlântica.

Você a conhece? Como ela está? O que você faz por ela? Como você cuida dela?

https://mundoeducacao.uol.com.br/geogr…/mata-atlantica.htm

http://www.ambient.com.br/…/mata-atlantica-quase…/….

https://www.revide.com.br/…/de-sua-area-total-ribeirao…/

Nossa turma, “antenada” com tudo que diz respeito ao Planeta Terra , trás até nós a sua mensagem.

Atividade realizada em 27/05/2022

Veja mais fotos em nossas redes sociais.