Financie Sonhos
proft

Guilherme Ferreira Lima de Jesus – Ex-Coama e Proft

“Eu indico o Corassol para todas as pessoas da minha rua, para meus familiares, namorada. Se não fosse bom eu não faria isso”. A declaração foi dada por um ex-participante dos programas desenvolvidos no Corassol e que praticamente cresceu por aqui.

Guilherme Ferreira Lima de Jesus, que atualmente tem 17 anos, frequentou a instituição desde 2006, quando pertenceu a Oficina do Aconchego quando tinha 6 anos. “Depois eu passei por todas as outras oficinas, até chegar ao Proft, que foi quando consegui minha primeira oportunidade no mercado de trabalho”, disse.

“Sempre que tinha algum problema familiar eu sentia como se tivesse para onde correr. Encontrei muito conforto no Corassol e isso me ajudou a lidar melhor com os problemas em casa.”

 

Ele reconhece que começar a frequentar o Corassol não foi fácil, mas que, depois de pouco tempo, a dedicação de algumas colaboradoras o marcou e fez com que ele começasse a ver tudo com outros olhos. “Eu encontrei muita compreensão e carinho de uma das minhas primeiras orientadoras, a Shirley e também da Dalva, que ficava na portaria. Até hoje me lembro delas com saudade”, afirma.

Para Guilherme, mais do que a mudança profissional e em seu comportamento, os anos vividos no Corassol serviram para que ele aprendesse a compreender e conviver melhor com a sua família. “Sempre que tinha algum problema familiar eu sentia como se tivesse para onde correr. Encontrei muito conforto no Corassol e isso me ajudou a lidar melhor com os problemas em casa”, disse.

Já com a experiência profissional como aprendiz viabilizada por uma das empresas parcerias do Programa PROFT, o jovem faz planos para o futuro. “Ainda não sei muito bem o que vou fazer, admiro muito a profissão da minha mãe, que é auxiliar de enfermagem, mas também gosto muito de cuidar de animais, por isso também penso em veterinária. Outra opção de curso que me atrai é administração”, concluiu.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário