Financie Sonhos
tem criança cozinha

Amor em pedaços

Quando a coletividade e a gentileza caminham juntas

O calendário marcava o dia 13 de agosto. E logo pela manhã, os pequenos do Corassol teriam uma tarefa mais que especial com o tema “A você ofereço”. Enquanto algumas crianças fariam capoeira com o professor Rafael Pinto dos Santos, mais conhecido como Rafael Ligeirinho, outras colocariam a mão na massa. Era hora de “Criança na Cozinha”. A curiosidade e animação tomaram conta de todos quando perceberam que, da junção das medidas certas de farinha, açúcar, ovos e fermento, teriam um delicioso bolo.
De chocolate ou qualquer sabor, o ingrediente que não faltou foi o carinho.

 

Após pronto, com muito zelo a equipe dedicou-se a embrulhar os pedaços e colocar fitas e etiquetas. O destino dos bolos era ainda mais especial e as crianças saíram em grupos pelas ruas, para ofertar à comunidade, exercitando a gentileza. Naquele pequeno gesto era possível ver a surpresa e o sorriso das pessoas ao receberem o “doce presente”.

Cada abordagem proporcionava emoções e experiências novas, na rua, nas residências e no comércio. Praticando o “compartilhar emoções”, comoveram-se quando alguém disse que levaria o pedaço de bolo para a pessoa que ama. A reação foi imediata: oferecer-lhe dois pedaços de bolo.

 

Cada abordagem gerava uma história diferente. Essas vivências deram asas a mais criatividade e surgiram até mesmo uma canção e desenhos interessantíssimos, que representaram a importância da culinária e da ação de ofertar gentilezas. Um momento de perceber o valor de estar amorosamente com o outro, dedicando-se a alguém ou a algo.

 

Pequenos desbravadores

E novos dias no calendário surgiram. Após a saída do dia 13, para a entrega dos bolos, dedicaram os dias 14 a 17 de agosto para explorar outros cantos do território. Numa sessão de cinema eles assistiram ao vídeo “Carona a Pé”, que conta como um grupo de crianças vai caminhando até a escola. Em uma roda de conversa, puderam descobrir que toda atividade, para acontecer com sucesso, precisa de responsabilidade, organização, disciplina e respeito, e que todos eles são cidadãos membros desta comunidade. Iniciaram o mapeamento do território, localizaram escolas e posto de saúde, e definiram itinerário para as novas aventuras.

Em caravanas saíram para observar as ruas, as calçadas, conhecer os serviços pesquisados e pensaram em ações solidárias que podem realizar nesses pontos, desde um bilhete de coragem ou frases de escritores. E os nossos desbravadores ainda marcaram, em um grande mapa, os locais por eles considerados importantes, como o Corassol, suas casas e praças.

 

O que será que eles ainda podem descobrir e fazer? Vamos juntos nessa caminhada!

As atividades foram acompanhadas pelos orientadores, Matheus Savazzi, Cláudia Helena de Souza, Névia Roberta, Aline Reis, Bruna Domingos e o colaborador Luciano Quaglio.

 

<<Galeria de Fotos>>
Nenhum comentário

Deixe seu comentário